Academia da produtividade: como fazer uma?

Tempo de leitura: 9 minutos

A Academia da Produtividade, criada por Gerônimo Theml, um dos mais importantes coaches do Brasil atualmente, é uma técnica que está trazendo ótimos frutos por aí, com uma fórmula bem simples: aumentando a produtividade, você diminui os gastos gerais da empresas, num ciclo que possibilita, entre outras coisas, satisfação pessoal, tanto para o empreendedor, quanto para a sua equipe.

Parece ótimo, não?

Mas, por onde começar a fazer uma Academia da Produtividade?

A seguir, algumas dicas essenciais.

caracteristicas do empreendedor - academia da produtividade

Os quatro tópicos básicos de uma Academia da Produtividade

Uma Academia da Produtividade requer alguns alicerces, algumas prerrogativas básicas. Entre elas, por exemplo, está a clareza do realizador ou empreendedor de um negócio. Clareza de ideias, de objetivos, metas.

O que acontece, na prática, é que pessoas sem clareza nesses pontos, acabam não tendo ambição, não almejam um futuro melhor de maneira prática e a tendência é estagnarem no tempo. Portanto, tenha em mente tudo o que você quer, de maneira clara e direta.

Outro ponto fundamental que uma Academia da Produtividade exige é você construir um método eficiente para conseguir gerir o seu negócio. Ou seja, não basta ter ideias claras, é preciso organizá-las e construir, com elas, uma organização bem arquitetada.

Uma das formas de você conseguir elaborar esse método na prática é sair do piloto automático que o cotidiano impõe. Ou seja, ao invés de apenas se ocupar durante o dia com tarefas um tanto mecanizadas, “travadas”, pense fora da caixa, e encontre uma maneira de melhorar os seus negócios.

E, claro, dentro dessa perspectiva, tente ter uma agenda bem objetiva e centrada, com horários, principalmente, para aquelas atividades mais burocráticas, mas, que são essenciais para o seu empreendimento.

Ainda nessa questão dos principais tópicos que compõem uma Academia da Produtividade, está o da mentalidade. Em suma: não adianta ter todos os equipamentos possíveis à sua disposição se você não consegue mentalizar o que precisa fazer e quando fazer.

Obviamente, dentro dessa questão, tente deixar de lado todo e qualquer pensamento negativo, pois, este impede que você veja as coisas de maneira mais nítida, como elas são de fato, e não como “parecem” ser.

E, por fim, um tópico bastante importante no que se refere à Academia da Produtividade é você conseguir obter muita energia, principalmente, física. Ou seja, algo que resvala diretamente na sua saúde.

É por isso mesmo que o próprio Gerônimo, quando ministra o curso sobre Academia da Produtividade, aconselha alguns hábitos saudáveis, como beber muita água, alimentar-se de maneira correta e equilibrada, além de exercer um você sentimentos motivacionais, com objetivos que sejam ambiciosos, como, por exemplo, tornar-se o melhor vendedor de sua empresa, e por aí vai.

E, isso o que acabamos de ver nesse tópico, meus caros, é o mínimo que vocês precisam para começarem a exercer uma Academia da Produtividade de maneira adequada.

 

Aumentando a produtividade mais ainda

Muitas técnicas são elaboradas com o passar dos anos para que se encontre a tão procurada produtividade. Bem, com a Academia da Produtividade, Gerônimo Theml foi um desses que conseguiram elaborar ótimas técnicas para que isso seja possível.

Mas, mesmo sem conhecer a fundo o método de Gerônimo, você sabe como aumentar a sua produtividade de maneira bem prática?

Existem algumas táticas a serem seguidas, e vamos a elas.

Primeiro, certos mitos precisam ser quebrados em relação ao que é produtividade. Para muitos, produzir é simplesmente se ocupar de uma ou várias tarefas ao longo do dia. Sinto dizer, mas, não é bem assim.

Ocupar-se é tão somente executar tarefas de maneira mecânica, digamos, sem “ambição”. Já, o ato de produzir mesmo é fazer de tudo para que os seus objetivos e dos demais que trabalham com você sejam realizados.

Além disso, é necessário que você tenha ciência de que as suas tarefas não vão ter fim. Podem ficar, ao longo do tempo, mais fáceis, mais simples, mais “customizadas”, mas, não vão acabar. E, é por isso que é sempre bom fazer o que se gosta, para evitar qualquer tipo de frustração nesse sentido.

Outra verdade um tanto quanto incontestável sobre a produtividade é que você vai precisar de uma agenda. Já diz o ditado: “se você não tiver uma agenda, será a agenda dos outros”.

Uma forma de aumentar a produção na sua empresa de maneira bem eficaz é ter o que chamamos de folha de produtividade. Mas, o que é isso? É simplesmente uma planilha (ou outra forma qualquer de documento), onde você vai enumerar todas as atividades executadas na empresa em um determinado período (semana ou mês).

Pois bem, pegue essa planilha, faça anotações e depois realizar uma espécie de balanço do que foi realizado ao longo do período retratado na planilha. E, qual o objetivo disso? Primeiro, para ver o resultado prático dos seus esforços, e segundo, para ver onde é preciso melhorar para garantir resultados melhores.

É bom dizer que existem outros mitos com relação à produtividade que precisam ser derrubados para não atrapalharem, inclusive, a realização de uma Academia da Produtividade em um determinado negócio.

Um desses mitos é que não almoçando você terá mais tempo para se dedicar ao trabalho, e, consequentemente, irá produzir mais. Ledo engano. A partir do momento em que você não come quando deveria se alimentar, o que acontece é que você perde muito da sua concentração, além de ficar mais suscetível ma ataques de raiva.

Sob a mesma alegação de poderem ter mais tempo de fazer as coisas, as pessoas tentam chegar mais cedo do que o permitido, pois, assim pensam, poderão sair mais cedo ou terminarem as tarefas antes do expediente acabar. Também há um engano aí. A sensação de que o expediente dura mais quando você chega cedo é um dos sintomas. E, isso faz com que você se sinta mais cansado e exausto do que deveria.

Outro mito bastante comum é as pessoas pensarem que marcando os e-mails que recebem, terão tempo de lê-los depois. Pode acreditar que não. Deixando essa tarefa para mais tarde, você pode estar protelando assuntos urgentes que precisariam ser resolvidos naquele mais instante. Portanto, pause, respire fundo, e leia todos os e-mails disponíveis, e depois, eleger um ranking de prioridade para eles.

 

Dicas bônus para o aumento da produtividade

Uma Academia da Produtividade, na prática, não é difícil de realizar em seu empreendimento, mas, é necessário que muitas tarefas precisem ser cumpridas para que o método possa surtir efeito. Até aqui, este texto deu algumas dessas dicas. Vamos prosseguir dando mais algumas informações úteis.

Primeiro, é interessante que seja adotado um processo de gestão orçamentária para a sua empresa ou o seu negócio em geral. Ou seja, a partir do momento que uma empresa se planeja em seu orçamento de maneira mais correta, os seus gastos serão somente os necessários (e, se possível, reduzidos), aumento a produtividade como consequência disso.

Outra forma muito boa de conseguir uma alta produtividade é automatizar muitos processos internos. Esses processos podem envolver desde pagamentos de férias passando por reembolsos ou até mesmo reclamações de clientes. Ao automatizar esses processos, você simplesmente estará ganhando tempo, e aumentando a possibilidade de produtividade junto.

E, quanto à gestão de tempo dos colaboradores? Precisa também de aperfeiçoamento. Em outras palavras: repense horas extras inúteis, reuniões que não são necessárias (pelo menos, não naquele momento), e por aí vai. Sabe aquela expressão “tempo é dinheiro”? Pois, é. Aqui se aplica da seguinte maneira: “tempo é produtividade”.

Uma coisa muito importante dentro da Academia da Produtividade é a capacitação das pessoas. Portanto, quando necessário, tente oferecer treinamentos muito bons, que agregam valores e filosofia positiva aos seus colaboradores, pois, quanto mais capacitados estiverem, mais produtivos serão.

Um aspecto bem interessante, e que também pode impactar de maneira negativa a sua produtividade é saber identificar produtos ou serviços de baixo giro, ou seja, que não estão tendo as vendas adequadas, e perigam dar prejuízo à empresa. Identificando esses produtos, é só produzi-los em menor quantidade a depende da demanda, ou simplesmente deixar de fazê-los. Vai depender de como o mercado consumidor estiver.

E, por fim, que tal fazer parcerias com outras empresas? Isso pode dar fôlego extra ao seu negócio, fazendo a produtividade aumentar bastante. Isso também aumenta o pode de negociação com fornecedores, fazendo com que os gastos diminuam em vários aspectos. Lembrando que, nesse caso, vale tudo, até se unir a empresas concorrentes (por que não?) caso haja espírito empreendedor sadia em todas as partes envolvidas, é claro.

Leia também: Administração empreendedora

academia da produtividadee

O que a Academia da Produtividade me ensinou, então?

Bem, Gerônimo e a sua Academia da Produtividade nos ensinaram que é possível termos um empreendimento que podemos chamar de ideal, ou seja, que tenha uma alta produtividade, com custos e despesas reduzidos, e sim, com satisfação para todas as partes envolvidas, desde o empreendedor, passando pelos seus colaboradores, fornecedores, e chegando até os clientes.

E, é a prova de que empreendedorismo significa também praticidade, uma atividade viável para qualquer um que queira se “arriscar” nesse ramo, para construir algo e deixa-lo como legado.

Enfim, obrigado a Gerônimo Theml por ter nos mostrado que isso é possível.

Se você gostou do artigo, então conheça também o curso do Alex Vargas – Fórmula Negócio Online – que te ensina o passo a passo detalhado de como se tornar um empreendedor digital.

Referências: wikipedia.com

Figuras: freepik.com

Fazer comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *