Empreendendo sempre mais…

Tempo de leitura: 5 minutos

Esse é o título do blog, mas também uma linha que fala sobre como empreender é dinâmico e sempre desafiador. O quanto devemos empreender, você sabe? Sempre que possível criar novas ideias, novos ensinamentos a respeito… Empreeender é mesmo fantástico!

Tenho visto muito no Facebook pessoas que estão às voltas querendo empreender, mas não sabem por onde começar. É… o início sempre é meio confuso e nebuloso, mas com um pouco mais de fé você vai chegar lá.

Sempre tenho dado a ideia de barraquinha de cachorros-quente, neste momento. Por quê? Porque acho que um molho bem feito, uma maionese bem preparada faz a diferença.

Aqui perto de casa tem um que até entrega deliveri. O máximo!!! Eles são únicos naquilo que fazem e isso é total para diferenciar uns dos outros. Certa vez estava eu no exterior e vi aquelas barraquinhas de cachorro-quente sem graça, sem tempero, com apenas a salsicha. Que horror! quem como aquilo? Muitas pessoas, na verdade. E pagam caro!

Se você tem uma ideia e sabe que ela pode ser um diferencial na sua vida, então porque não tentar? Outro dia desses eu vi que também tem a possibilidade de entrar com investimento em loja de doces. Mas óbvio, não é uma loja de doces comum. Não pode ser. Tem que ter um diferencial competitivo. E é sobre isso que eu quero falar aqui hoje.

Qual é o seu diferencial competitivo?

Nas aulas de administração nós vemos muito esta expressão: diferencial competitivo. Entretando passamos por ela sem nem saber ao certo o que significa dizer. Eu digo que o diferencial competitivo é aquilo que vai te impulsiionar para frente e vai te fazer diferente dos demais.

Quando falamos em barraca de cachorro-quente, estamos falando não numa simples barraquinha em algum ponto muito bom da cidade, mas sim de uma barraca com diferencial.

Isso significa dizer que você terá que procurar por alguma coisa que diferencie, que te faça único dentro os outros e que faça com que sua clientela busque pelo seu produto e não os demais.

Isso pode ser facilmente identificado por um tratamento exemplar, um molho especial, um purê de batatas espetacular, uma batatinha frita fina que se destaca ou qualquer outra coisa mais corriqueira, mas que seja diferente.

A palavra diferente aqui vai aparecer muito porque é disto que estamos falando. No Facebook tenho visto pessoas que até têm condições de montar negócios mil, mas não sabem ao certo por onde começar.

Elas jogam as perguntas no ar e pedem sugestões. Eu acho válido perguntar, porque deixa você mais a par do que seus prováveis clientes (se é possível assim dizer) podem estar pensando.

Se eles acham que é melhor você investir em MMN ou em outro empreendimento, vão ser sempre honestos com você. Mas não se iluda! Nem sempre dá para tirar ideias muito boas destas conversas, porque a maioria das pessoas querem mais vender produtos então colocam links para seus produtos lá.

Voltando… o diferencial competitivo é algo não muito comum de se achar, mas também não é coisa de outro mundo. Você só tem que saber como pensam seus clientes e os tratar com o máximo de respeito possível. Fazendo issso já vai estar meio caminho andado.

Quando nós falamos em nos diferenciar perante os demais, não quer dizer que tenhamos que nos sacrificar perante os demais. Significa dizer que temos que saber em que pontos somos únicos.

Vamos ver agora um exemplo disso?

Certa vez diante desta mesma barraquinha de cachorro-quente aqui do bairro eu percebi que o atendimento era mesmo fenomenal e rápido. Mal a gente sentava pra comer, mal eles vinham com o quitute.

Era tão rápido que nem precisávamos pensar muito que a comida já estava lá. Tudo limpinho, asseado, tratamento excelente e isso sem falar que a comida, sim, era deliciosa.

Qual é o resultado de tudo isso?

Vendas exemplares!

No fim de tudo eram vendidos também haburgueres entre outras iguarias. Eles lucram horrores. Mas tudo com muito trabalho e dedicação. Estão lá desde cedo e ficam até à noite.

E é assim… aos poucos que a galinha vai enchendo o papo. Não é o que dizem?

Você tem que saber o que pode fazer a mais para o seu cliente, o que ele gostaria que fosse oferecido também junto com o seu produto, porque às vezes se peca por falta de atenção.

E quanto a isso é uma lástima, porque você deixa de cativar um provável cliente por não prestar atenção pura e simplesmente à sua necessidade mais básica.

Se você tem dúvidas sobre que negócio abrir, como e quando. Se deve começar por MEI ou qualquer outra forma de participação, gruda na gente que a gente te explica melhor.

A ideia da barraquinha de cachorro-quente não vai servir para todos os propósitos, mas é claro que já é um norte para você que está começando. Na verdade, tudo que tem relação com comida, alimentação, tem a ver com necessidades básicas dos clientes e isso é sempre um passo maior em direção ao sucesso. Mas óbvio, não é garantido. Você ainda vai ter que ralar muito para poder chegar lá.

Como sempre, né? A gente tem que ralar para conseguir o lugar ao sol.

Mas apesar de tudo isso, o que eu posso dizer é que não importa onde você coloque seus esforços, você sempre vai ter o respaldo da suas características mais íntimas no seu empreendimento.

Pense da seguinte forma: eu posso colocar toda minha energia nisso ou posso apenas investir em fundos. O que você prefere? Tente, reinvente e veja se dá pé primeiro para que não fique por aí pensando que poderia ter feito muito mais do que fez. Há muitas pessoas que ficam extasiadas com a possibilidade, mas na hora de pôr em prática, ficam indecisas.

Não seja uma delas!

Busque sempre tentar antes mesmo de desistir. E quanto às ideias de empreendimento, elas são muitas e você só vai precisar triar para saber qual é a melhor para você. No mais é isso pessoal, seja o que for, seja o que podemos fazer de melhor!

Fazer comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *